Notícias

Abril Verde promove Seminário de Saúde e Segurança do Trabalho

Sexta-feira, 13 de abril de 2018

Colaboradores foram conscientizados sobre os desafios de viabilizar SST no ambiente de trabalho

O movimento Abril Verde promoveu o Seminário de Saúde e Segurança do Trabalho nessa quinta-feira, 12, na Unidade Integrada Sesi/Senai de Arapiraca, no bairro Primavera. O evento reuniu estudantes, profissionais, empresários e a comunidade em geral para trazer esclarecimentos sobre os desafios de viabilizar a segurança e a saúde no ambiente de trabalho e a atuação da Superintendência Regional de Trabalho e Emprego de Alagoas (SRTE/AL).

O instrutor de Saúde e Segurança no Trabalho do Serviço Social da Indústria (Sesi), Walber Pitombeira, disse que o seminário foi muito positivo por levar informações úteis ao interior de Alagoas. Segundo ele, o tema ganha ainda mais relevância com o advento do eSocial, sistema que intensifica a fiscalização sobre as empresas.

“[Saúde e segurança no trabalho] não é despesa, é investimento, não apenas por evitar multas e punições para as empresas, mas também por preservar vidas. É algo que é bom para o empresário, para o trabalhador e para a sociedade como um todo", afirmou.

Em sua palestra sobre os desafios da segurança e saúde no ambiente de trabalho, o juiz do trabalho Nilton Beltrão de Albuquerque Júnior, que é gestor do programa Trabalho Seguro, do TRT/AL, afirmou que o principal desafio é difundir uma cultura prevencionista, de forma a abranger todos os rincões do país.

“A gente nota que há uma diferença muito grande já nessa cultura dos grandes centros urbanos, mas que, por outro lado, em centros mais afastados, principalmente nos estados menos favorecidos economicamente e no seu interior, sobretudo, essa cultura ainda está bastante decadente”, destacou.

“O Abril Verde serve para isso: para a gente conscientizar o empresariado a investir em segurança”, reforçou o auditor fiscal do trabalho César Fontoura Marques, que abordou a atuação da SRTE sobre os acidentes no trabalho. Em seguida, o teatro socioeducativo reforçou a mensagem da prevenção aos participantes de forma divertida.

“Nós devemos focar na prevenção do acidente, da doença ocupacional para que esses infortúnios não ocorram. Por que? Porque ganham todos. Ganham as famílias, os trabalhadores, as empresas, que deixam de pagar multas e indenizações milionárias e ganha a sociedade que arca com tributos que levam ao custeio de tamanho gasto público com acidente de trabalho”, disse o procurador do trabalho Luiz Felipe dos Anjos de Melo Costa.

O Abril Verde é resultado de uma parceria entre o Sesi, a Ademi, Grupo Prevencionistas, MPT, Senai, Sesc, Sinduscon, Sintestal, SRTB/AL e TRT/AL, com apoio da Usina Coruripe, Liga Acadêmica de Saúde do Trabalhador (Last) e Maceió Shopping.

Compartilhe: