Notícias

Campanha de carnaval do Sesi estimula prevenção às DSTs/Aids e às drogas

Quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Peça de vinte minutos conscientiza trabalhadores para prevenção

O Serviço Social da Indústria (Sesi) iniciou, nessa segunda-feira, 29, a Campanha de Carnaval 2018 junto aos trabalhadores do Agreste Sertão de Alagoas. Em Maceió e Região Metropolitana, as ações lúdicas que alertam para a importância de prevenir as doenças sexualmente transmissíveis e se manter longe das drogas também começaram nesta semana.

Esta é mais uma ação do Sesi de promoção da saúde do trabalhador, que visa à redução do absenteísmo e ao aumento da produtividade. Segundo a coordenadora da Unidade do Sesi em Arapiraca, Thiana Feitosa Cysneiros, mais de 30 empresas serão beneficiadas somente no Agreste e Sertão, durante a campanha que segue até o dia 9 de fevereiro.

No interior, a apresentação interativa com duração média de 20 minutos é encenada pelo ator Nivaldo Azarias. “Todos os anos levamos para as indústrias esta ação com temáticas diferentes, atendendo, em média, a mais de três mil trabalhadores”, explica Thiana, que anuncia a meta ambiciosa de atender a todas as indústrias da região. Ela avisa que ainda é possível agendar apresentação pelo (82) 3522-2233.

O Grupo Coringa recebeu a campanha carnavalesca do Sesi. Além de ensinar a evitar e prevenir doenças como Aids, o abuso de álcool e drogas, a peça orientou os colaboradores sobre possíveis acidentes e suas consequências no âmbito familiar e profissional.

“O público foi muito participativo e elogiou a performance do ator com sua linguagem clara, objetiva e bem humorada. Com os cuidados, dicas e orientações transmitidas podemos brincar o carnaval e nos divertir de maneira mais segura. O Coringa agradece ao Sesi pela parceria de sucesso em mais uma ação realizada na busca pelo bem-estar e saúde dos seus funcionários”, disse a técnica de segurança do trabalho do Grupo, Simone Bastos.

Com o tema “No meu bloco têm diversão e prevenção”, o Grupo SPessoa também aderiu à iniciativa. “A metodologia e o enredo de apresentação foi muito didático e caprichoso, conseguindo passar, de forma eficaz, a importância do planejamento, da consciência e cautela na tomada de decisões diante das diversidades da vida, principalmente, perante o uso de álcool e a falta de prevenção nas relações sexuais”, explicou a psicóloga organizacional Elizângela Teixeira.

Compartilhe: