Notícias

Escola Sesi promove feira para ensinar seus alunos a empreender

Terça-feira, 14 de novembro de 2017

Robótica é o carro-chefe

Os alunos da Escola Sesi Industrial Abelardo Lopes, localizada no bairro da Cambona, conheceram, na prática, o que é empreendedorismo. No último sábado, 11, as equipes venderam mercadorias que elas mesmas produziram, pelo pátio do colégio. A atividade, que envolveu todos os alunos, do 2º ano do ensino fundamental ao 1º ano do ensino médio, também contou com demonstração da robótica.

“Quer um pedaço de torta, moço?”, dizia um dos estudantes, enquanto anunciava a promoção: “Leve três e pague duas”. Por conta dessa experiência de “mundo real”, a mãe da aluna Maria Anahí, do 5º ano, Elaine Cristina, valorizou a capacidade do Serviço Social da Indústria de preparar os seus alunos para o futuro.

“Para ser bem sincera, eu estava olhando a feira e fiquei muito admirada, vi muita coisa boa e o custo que pagamos é pouco para o que a escola Sesi oferece ao aluno. É o primeiro ano da minha filha e já percebi quantas coisas interessantes o colégio tem para oferecer. Colocá-la para estudar aqui foi a coisa mais certa que fiz”, contou.

A feira Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), que já acontece há cinco anos, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), também contou com a participação direta dos alunos no contato com o público, a partir da organização e de visitas guiadas por todos os estandes.

Robótica é o carro-chefe

Logo na entrada da exposição, os robôs já chamavam a atenção do público. Os convidados, entre pais e comunidade, paravam e fotografavam ou filmavam cada movimento dos robôs. Para o diretor-adjunto da escola, Jeam Clemente, as premiações dos alunos Sesi são a comprovação do sucesso da entidade na educação.

“A nossa escola prepara para o mundo do trabalho. Quando falamos da questão de colocar a mão na massa, da participação do aluno, que empreende com boas condições, sabemos o quanto o Sesi é um referencial. Por isso, expusemos a robótica logo no começo da feira, para que o público sentisse um pouco do quanto nos dedicamos a essa área”, disse.

Compartilhe: